Thursday, February 22, 2007

De joelhos sob As Minhas Botas

Marquei com ele num parque de estacionamento perto de minha casa. ele ja estava lá á minha espera como um caozinho que espera pela sua Dona ansiosamente. ele saiu do carro dele e abriu-me a porta. Trazia um vestido bem justo de viscose preta e brilhante, por baixo apenas um cinto de ligas e as meias, e claro as botas de cano alto com o salto bem alto e bem fino...

Saí do carro e ele ficou a olhar para mim admirado... Entrei no carro dele e mandei-o conduzir.
Depois de termos feito uns dois km, pus as botas em cima do tablier... ele suspirou, quis tocar-lhes... ergueu a mão em direcção a elas e levou logo uma pancada com força... gemeu e abrandou o carro... Gritei-lhe que ninguem lhe disse que era para parar, e ele como belo cão obdiente continuou a conduzir...
Comecei então a esfregar as pernas uma na outra... a roçar as botas uma na outra e a observar com gozo o aumento visivel do seu sexo... Mandei então parar o carro e ordenei que saisse do carro e viesse ter comigo ao outro lado do carro...

Que delicia de visão... ele de joelhos aos meus pes a lamber-me as botas... a mamar os meus saltos... a sugar com verdadeiro gozo...
Saí então do carro e encostei-o contra este ... despi-lhe as calças e fui colocando molas nos testiculos dele... com calma e paciencia... não lhe permitindo fazer qq tipo de som...

O sexo dele inchado e levantado do tesão e por baixo varias molas...

Peguei então no meu chicote ( o olhar encheu-se de temor) e comecei a roçar a pontas no sexo dele... quando notei que a respiração dele começava a ficar mais calma, bati-lhe com força no peito... ele gritou, e eu agarrei-lhe no cabelo para tras e cuspi-lhe na cara, gritando ainda mais alto : - Só soltas algum som, quando te disser que o podes fazer, entendeste puta?
Continuei a bater-lhe no peito e fui descendo o chicote ate lhe começar a bater no sexo, que latejava de dor de cada vez que as pontas do chicote batiam em algumas das molas...
Só depois de ver o seu peito a ficar vermelhinho e senti-lo bem quente, parei...
Encostei-me bem a ele... ate ele sentir bem o meu peito farto e o meu corpo quente e toquei-lhe no sexo... baixei a mão e apertei as molas... ele gemeu bem baixinho... e eu tirei cada uma das molas... ele gemia a cada uma que eu tirava... a ultima tirei com força e ele mordeu com força os labios para não gritar...

-Linda cadelinha: disse-lhe eu.
Fi-lo ajoelhar-se d novo e lamber mais uma vez o seu objecto de adoração... A minhas botas...
Deixei-o masturbar-se enquanto me mamava a pontas da botas...
e acedi ao seu unico pedido desde que nos conheceramos meses antes, deixei que ele se viesse sobre as minhas botas... Eu via tudo de cima... a minha cadelinha ali em baixo... a respiração dele abrandava... agarrei-lhe então o cabelo com força e disse-lhe bem baixinho ao ouvido:
-Puta, agora vais lamber as minhas botinhas mto bem lambidas... Não quero sequer um sinal do teu liquido nelas, percebeste?
Enquanto dizia isto a minha mão apertava com cada vez mais força o cabelo dele...

Depois de bem limpas por cima... fi-lo deitar-se no chão e limpei a sola das minhas botas no peito dele, antes de entrar no carro dele e levar-nos ate ao meu carro...

Começou a chover e ele claro! saiu do lado do pendura e levou-me de guarda-chuva ao meu carro, esperou que eu o pusesse a trabalhar e me fosse embora...

Vi então pelo retrovisor que ele ainda olhava para o meu carro... com a chuva a cair sobre ele...

Friday, February 16, 2007

To be alive

Tem-se passado tanta coisa nos ultimos dias que nem sei o que escreva...
Tantas experiencias e trilhos novos...
Tanta informação adquirida...
É incrivel as coisas que as vezes nos predispomos a fazer, as coisas que nunca pensamos que fossemos capazes de fazer e fazemos sem grande alarido...
Quando dei conta... Já estava, ainda não acredito!!! Mas ja esta feito e não ha nada a fazer. Ja sabemos que o que passou , passou e pronto.

Adiante e olhos abertos... Alias sentidos abertos e apurados... É incrivel a vida... É incrivel viver...

E como dizia o outro:

" Mais importante que o ar que respiramos é a mão que nos segura"

Sim... É mesmo verdade...

Depois de mto tempo em depressão continuada... de mto tempo a sentir-me mal comigo mesma... de pensar durante tanto tempo que as pessoas que estavam comigo era pq não tinham mais ninguem com quem estar... E depois d descobrir que, foda-se, eu sou mto porreira, caraças ha pessoas que gostam mesmo de mim no matter what...
Depois d ter visto que tenho os melhores amigos do mundo... encontro alguem que ainda m faz sentir melhor, que me abre as portas para um mundo que eu julgava inantigivel, que me leva por caminhos sinuosos á descoberta do meu verdadeiro eu...

Ah, meus amigos... A vida é fabulosa!!! Quando dizem que tem altos e baixos acreditem que tem... baixos de merda e ALTOS FANTASTICOS!!!!

Friday, February 02, 2007

Para o Gajo das Viagens Alucinantes

Esta semana um dos meus melhores amigos foi-se embora... Foi, mas volta dentro de seis meses... Uma daquelas expriencias mto boas, vai trabalhar para um cruzeiro :)
Imaginem... poder viajar por sitios que normalmente nós só o poderiamos fazer uma vez por cada 2 anos ( sim, porque o dinheiro custa a ganhar e nem sempre dá para andarmos a vijar feitos loucos !!!) e ainda por cima pagarem-nos para isso :)

Mas, agora que ele foi... Fiquei sem o meu amigo do cafe da manha e da tarde e mtas vezes da noite... Sem o meu amigo das conversas longas sobre relacionamentos, sexo, politica, cinema e musica...
Não é o fim do mundo, mas caralho... Vou sentir a tua falta :(
Ficamos ca á tua espera, sem mais histórias de Filipinos (por favor!!!), com um abraço enorme que ficou por dar e com palavras que ficaram por dizer... bendita seja a Internet...
Have fun e por favor uma ovelha empalhada não e por favor um koala empalhado TAMBEM NÂO!!!
A garrafinha de Licor Beirão segue esta semana :)

Os loucos da farinha e da erva vão sentir a tua falta :)

New Moon Movie Countdown - Twilight Saga

 

Free Blog Counter