Thursday, March 13, 2008

Não me canso de ver a tua entrega

Esperas por mim tal como te havia mandado fazer...
Quando abro a porta vejo-te na tua triste figura.
Estas tão feliz!
Nú...
De joelhos no chão...
As mãos em cima das coxas,com as palmas viradas para cima...
A cabeça baixa...
A respiração ofegante... que acalma lentamente...
Estas seguro agora, já nada te afecta...
Eu estou aqui...
Dirijo-me ao quarto e tu segues-me...
De quatro...
Enquanto abro a mala e coloco as "ferramentas" em cima da cama...
Tu roças-te nas minhas pernas...
Beijas-me os sapatos...
Sento-me na beira da cama...
E deixo que te percas a adorar os meus sapatos...
Beijas com sofreguidão...
Lambes o salto...
Chupas o salto como se a tua vida dependesse disso...
A minha visão é muito boa...
Agarro no flogger...
E dou-te com ele...
Arqueias as costas...
Mas nao páras...
Tu nunca páras...
Puxo os teus cabelos e levanto a tua cabeça...
Mando-te abrir a boca...
E cuspo para dentro dela...
Sentes a minha saliva quente...
Fechas a boca para saborear...
E eu não paro de cuspir...
Encho a tua cara de saliva...
Encho a tua boca de saliva...
Tu lambes-te todo...
Não queres deixar escapar uma gota...
Guio a tua cabeça...
Beijas as minhas pernas...
O interior das minhas coxas...
Devagar...
Devagarinho...
Trago a tua cabeça mais para cima...
E prendo-a no meio das minhas coxas...
Agarro com a força a tua cabeça...
Puxo o teu cabelo...
Tocas com a tua lingua o meu clit...
Lambes o meu sexo...
E lambes...
E lambes...
Bato-te com o flogger...
E continuas a lamber...
Eu explodo...
E tu continuas a lamber...
Até eu explodir mais umas duas vezes...
E continuas a lamber...
Sorves todo o meu néctar...
E eu não me canso de te ver...
Não me canso de ver as tuas costas a ficarem cada vez mais vermelhas...
Não me canso de ver a tua entrega!

4 comments:

Anonymous said...

como gostava de ser eu,/ de joelhos e a lamber,/ e no lombo receber,/ o látego k faz doer,/ para inteiro me doar,/ e a dona fazer gozar,/ estando sempre a adorar, o chicote a estalar, no traseiro empinado, inteiramente doado e À Senhora dedicado.

escravo
augusto

Sergio C. said...

WOW ... breathtaking ...

Na realidade a entrega só por si não vale nada .. se não for devidamente usufruída ...

Neste caso a entrega e o usufruto dessa mesma entrega gritam prazer em uníssono ... LINDO!!!

Anonymous said...

Não me caso de ler este post e de sonhar com ele.

Muito bom

Mika

Jimi said...

Olá Lady DarkPain

Mais uma vez presenteia-nos com um texto extremamente interessante. E citanto um dos comentários deixados aqui "Não me canso de ler este post e sonhar com ele".
Na realidade o rol de emoções contido neste texto leva-nos a querer estar presentes e a vivenciar a experiencia, entregando-nos a seu cuidado e...

beijinhos
Jimi

New Moon Movie Countdown - Twilight Saga

 

Free Blog Counter